Patinagem de Velocidade

A Patinagem de Velocidade, ou Speed Skating como também é conhecida, é um desporto que há semelhança da Patinagem Artística é também normalmente praticado no gelo, mas que nos países de clima temperado se pratica com patins em linha em recintos destinados à modalidade ou em estrada.

A Patinagem de Velocidade teve início em Portugal como meio recreativo e foi através de gincanas que alcançou interesse e proporcionou espectáculos cheios de beleza.

Em 1912, os rapazes actuavam em provas de saltos e velocidade, na altura conhecida como Corridas em Patins. Esta modalidade teve duas grandes fases: a primeira corresponde a uma época que vai desde o início da prática da modalidade até ao ano de 1953, onde se atingiu um nível técnico razoável que permitiu estabelecer raízes profundas, e, desde essa altura até 1978, houve como que uma paragem na modalidade, mas as raízes que se criaram na primeira fase permitiram o reaparecimento da modalidade.

Em 1979, a Federação Portuguesa de Patinagem decidiu reiniciar as Corridas em Patins, dá-se assim início à segunda fase das Corridas em Patins com o aparecimento dos patins em linha.

Já nos anos 2000 a Patinagem de Velocidade adquiriu uma nova força e começa a ser procurada pelos jovens. A construção de pistas e a vinda de técnicos estrangeiros contribuiu para o aumento da produtividade desta modalidade, destacando-se as duas medalhas obtidas nos Campeonatos Europeus de 2002.

A época de Patinagem de Velocidade à semelhança da Patinagem Artística processa-se de Janeiro a Dezembro.