Krav Maga Kapap

KRAV MAGA KAPAP

O Krav Maga foi meticulosamente desenvolvido para ser diversificado, sendo possível a sua aplicação tanto a nível militar e policial, como civil. O sistema tem sido elogiado por lutadores experimentados, mestres de diversas artes marcais, oficiais do exército e da polícia, pela sua aplicação prática, no entanto, na sua essência é direccionado às pessoas sem experiência, pela sua simplicidade e abordagem realista à defesa pessoal. De facto, o Krav Maga é um sistema de defesa para homens e mulheres de todas as idades e capacidades físicas, contra qualquer tipo de agressor e qualquer forma de agressão

PROMOÇÃO DE SETEMBRO

OFERTA DA INSCRIÇÃO

HÓRÁRIOS

2ªs e 4ªs das 21h00/22h15

Inscrição 20,00€

Mensalidade 25,00€

HISTÓRIA DO KRAV MAGA

Partindo das ruas de Bratislava até ao campo de batalha, acompanhe a história de um grande homem que mudou a história da defesa pessoal para sempre… Imi Lichtenfeld, fundador, criador e pai do Krav Maga.

Nascido em 1910 passou a sua juventude em Bratislava, capital da Eslováquia, um local onde o desporto e a educação humanista eram valores igualmente respeitados. Estes elementos foram factores fundamentais na educação e formação de Imi.

Contudo, a maior influência na vida de Imi, foi seu pai, Samuel, polícia e professor de defesa pessoal. Samuel fora muito reconhecido pelo seu trabalho policial bem como pelas suas inúmeras detenções de criminosos extremamente perigosos. Imi foi preparado pelo seu pai e teve resultados desportivos brilhantes em natação, ginástica, luta e boxe.

Durante os anos ’30, Imi aproveitou as suas capacidades de luta para proteger tanto os seus vizinhos Judeus como a si próprio. Participou em várias lutas contra grupos anti-semitas que aterrorizavam a comunidade Judaica. Foi nesta altura que se começaram a semear as raízes do que viria a ser o Krav Maga.

Como é vastamente conhecido, durante os anos ’40 a Alemanha Nazi difundia o seu reino de terror… os Judeus corriam perigo e rapidamente a luta anti-semita de Imi, tornara-se bastante impopular perante as forças da autoridade. Nesta altura viu-se forçado a deixar o seu lar.

Após alguns anos em viagem Imi chegou a Israel (na altura conhecido como Palestina) e juntou-se à Haganah, organização paramilitar da comunidade judaica que lutou para criar o Estado Israelita, onde ensinou a técnicas base da defesa pessoal aos soldados.

Em 1948 foi formado o Estado Israelita que solicitou o desenvolvimento de um sistema de defesa pessoal da maior eficácia a Imi Lichtenfeld. Assim deu-se inicio à criação do Krav Maga. O seu trabalho desenvolveu-se progressivamente na Tsahal (exército Israelita) durante 20 anos, com um aperfeiçoamento constante e um estudo prático constante, dado que o Estado Israelita estava constantemente em conflito.

Desenvolveu-se um sistema que não funciona apenas na teoria… criou-se um método comprovado nos campos de batalha do Médio Oriente.

Após a sua reforma, Imi dedicou-se a adaptar o Krav Maga às necessidades dos cidadãos e ao dia a dia. Rapidamente o ensino do Krav Maga estendeu-se à vida civil, tendo sido reconhecido pelo Ministério Nacional da Educação.

Finalmente o Krav Maga vai além fronteiras e estabelece-se nos Estados Unidos e na Europa. Imi destaca Richard Douieb para implementar o ensino de Krav Maga no continente europeu.

No dia 09 de Janeiro de 1998 Imi Lichtenfeld faleceu e o Krav Maga ficou órfão do seu criador.

O Krav Maga tem como base princípios morais e humanos que enfatizam a importância da integridade, humildade e respeito pelo próximo.

A HISTÓRIA DO KAPAP

Com o fim do Império Otomano (turco) na Palestina, os colonos judeus perceberam que não podiam confiar em ninguém para defender e protegê-los contra a ameaça das gangues árabes.

Eles começaram a desenvolver um sistema simples “auto-defesa”, composto de elementos simples. Eles aprenderam métodos de combate de soldados britânicos que ainda estavam lutando os turcos. O assentamento judaico, estava apoiando os ingleses naquela época, sendo reforçado, a fim de minar o domínio turco.

Sua formação britânica incluiu o boxe, judo, wrestling e outros sistemas de combate que os soldados britânicos tinham aprendido durante o reinado do Império Britânico. Trainees adicionado lutando com uma bengala, pastor pau, faca e baioneta. Eles chamaram este estilo de luta Kapap קפא”פ (hebraico acrônimo para Krav Panim el Panim, קרב פנים אלפנים combate cara-a-face).

Entre os anos de 1920-1948 Kapap evoluiu e tornou-se a doutrina de combate das diferentes movimentos subterrâneos, principalmente a Haganah הגנה (a palavra hebraica para defesa). Kapap desenvolveu e tornou-se mais sofisticada ao longo dos anos. Os novos imigrantes para a Palestina trouxeram consigo novas práticas e táticas.

Com o estabelecimento do  Estado de Israel  em 1948, Kapap tornou-se a doutrina de combate para as Forças de Defesa de Israel – Israel Policiae – e as várias forças armadas de Israel  na época. O estilo único continuou evoluindo, adicionando elementos de combate moderno, clássico e antigo usando rifles e armas também. Kapap tornou-se o conceito de estilos de luta simples e muito eficaz.